5 de agosto de 2022

Em atividade lúdica, alunos do Sesc Jaraguá aprendem sobre alimentação saudável

Ação uniu dois projetos do Sesc ligados à saúde, o Estação Sorriso e o Obesidade Infantil Não É Brincadeira

Atividade contou com a participação de crianças da Educação Infantil e do Ensino Fundamental

Ensinar a criança a ter uma alimentação saudável nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente com a abundância de fast-foods e alimentos industrializados dos tempos atuais. Nesse contexto, um esforço conjunto feito por educadores, no ambiente escolar, e por pais e responsáveis, em casa, pode proporcionar à criança uma alimentação mais saudável e, consequentemente, mais qualidade de vida.

Com o intuito de ampliar o tema da alimentação saudável na Unidade de Educação Sesc Jaraguá, os projetos Estação Sorriso e Obesidade Infantil Não É Brincadeira promoveram, nesta sexta-feira (5), uma atividade lúdica, utilizando teatro de palitoches, para entreter e, ao mesmo tempo, educar alunos das turmas de Educação Infantil e de Ensino Fundamental.

Atividade lúdica chama a atenção dos alunos para a importância da alimentação saudável

Na historinha, depois de ter um sonho, um garoto que não gostava de se alimentar de maneira saudável repensa as suas escolhas alimentares. Ágatha Safira, 5 anos, assistiu tudo com atenção e depois falou sobre o que tem aprendido na escola. “A gente precisa comer muitos legumes, muitas coisas saudáveis para ficar forte e crescer. Gosto de comer feijão, salada, carne e tomate, mas não gostava muito de comer laranja e maçã. Aprendi a gostar aqui”, contou.

Segundo a analista em Nutrição do Sesc, Priscilla Castro, as atividades educativas voltadas para a nutrição são essenciais para a formação de cidadãos que tenham consciência sobre a importância dos hábitos alimentares para a saúde e qualidade de vida. “O objetivo maior de ter um nutricionista na escola é inserir a educação alimentar e nutricional para conseguirmos ajudar as crianças a desenvolverem uma postura crítica e autônoma em relação à alimentação.  O resultado é visto em sala de aula, com os estudantes querendo provar comidas pelas quais não tinham interesse”, disse Priscilla.

 

5 de agosto de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *