3 de agosto de 2021

Projeto Sesc Solidário inicia distribuição de sopa em comunidades de Maceió

Até o mês de dezembro, iniciativa garantirá a distribuição diária de 100 unidades de sopa

Mesmo com a forte chuva que atingiu a capital alagoana na tarde desta terça-feira (3), dezenas de mulheres foram até a Pastoral da Criança da Vila Brejal, Levada, com um objetivo comum: conseguir uma das 100 porções de sopa que a instituição passou a receber, diariamente, por meio do Projeto Sesc Solidário. A distribuição da sopa, que é uma iniciativa do Departamento Nacional do Sesc, será realizada até o mês de dezembro em cinco entidades que desenvolvem trabalhos de assistência voltados a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

O projeto está sendo realizado, em caráter emergencial, com a finalidade de viabilizar alimentação saudável a famílias que vivem em comunidades afetadas pelo agravamento da fome causado pela pandemia da Covid-19. A sopa está sendo produzida no restaurante da Unidade Sesc Guaxuma e transportada até a Unidade Sesc Poço, onde é recolhida pela instituição social responsável pela distribuição da refeição, que acontecerá de segunda a sexta-feira, sempre no horário da tarde, e a cada mês numa das cinco entidades sociais selecionadas.

Além da Pastoral da Criança da Vila Brejal, também serão contempladas a Sociedade Beneficente Lar Assistencial Nossa Senhora Mãe do Povo, a Associação Comunitária dos Moradores do Conjunto Santo Onofre e Comunidade São Rafael, o Movimento Dando as Mãos (MDM) e o Instituto Mãe Nena. As cinco instituições sociais foram indicadas pelo Programa Mesa Brasil, que considerou dois critérios para a seleção das entidades beneficiadas: o trabalho que vem sendo desenvolvido por elas e o nível de vulnerabilidade social observado nas comunidades onde estão inseridas.

Com mais de 30 anos de existência, a Pastoral da Criança da Vila Breja atende, atualmente, 171 famílias da região da Levada, realizando o acompanhamento do desenvolvimento nutricional de crianças da comunidade, desde o período de gestação até os seis anos de idade. Além de realizar visitas às crianças atendidas de forma periódica, a instituição também realiza a distribuição de alimentos e de outros itens, a exemplo de materiais de limpeza e de higiene, para as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

De acordo com a coordenadora da pastoral, a estudante Márcia Evely, a distribuição da sopa contribuirá com o desenvolvimento nutricional das crianças. “A gente atende famílias que têm até sete crianças. É uma comunidade que tem muita família carente em questão de vulnerabilidade. Então, qualquer doação, principalmente de alimentos, vai ser muito importante. A gente visita as famílias e vê que algumas delas, às vezes, não têm nada para comer em casa”, relata.

Durante a distribuição da sopa, a dona de casa Rosimeire Amaral, 58 anos, disse que passa por um período de muita dificuldade financeira e que a iniciativa do Sesc ajudará a complementar a alimentação da família. “É muito importante um projeto como esse para a nossa comunidade porque ajuda muitas mães e garante alimentação para crianças que passam por dificuldades. Muitas vezes, não temos nem o dinheiro para comprar o que precisa para fazer uma sopa. O momento está muito difícil para a gente, imagine se não houvesse essa doação, principalmente num bairro como o que a gente mora, que é muito carente”, comenta.

Para o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Gilton Lima, a iniciativa do Departamento Nacional veio em um momento oportuno, diante dos casos de insegurança alimentar. “A sopa é um reforço na alimentação de famílias que atravessam um momento delicado. As 500 porções por semana, certamente, farão grande diferença na vida dessas pessoas”, destaca.

 

3 de agosto de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *