15 de janeiro de 2020

Galeria de Arte da Unidade Sesc Centro recebe Exposição Deslimites

As obras fotográficas revelam olhares de artistas alagoanos sobre questões do território e da cidade

Como resultado de uma imersão em territórios de poesia, inspiração e arte, firmada por um olhar crítico e sensível, surge a Exposição Deslimites.  A mostra terá abertura no dia 24 de janeiro, às 19 horas, na Galeria de Arte da Unidade Sesc Centro e estará disponível para visitação de 27 de janeiro a 13 de março, de segunda a sexta, das 12h às 18h.

A exposição, com curadoria de Fabiana Xavier e Fran Favero, tem a participação dos artistas Amanda Bambu, Dafhine Alves, Iris Dani, Josian Paulino, Karol Corado, Marina Milito, Sandra Januario e Thalita Melo, que participaram de duas oficinas de fotografia promovidas em Maceió pelo Sesc Alagoas, como parte da ação educativa da exposição Territórios e Fronteiras que ocupou a Galeria Sesc Centro de agosto a setembro de 2019.

As oficinas ministradas por Fran Favero e Leandro Pereira da Costa, ambos artistas visuais integrantes da exposição Territórios e Fronteiras, foram direcionadas para as questões do território e da cidade e promove um olhar para o entorno e para os processos poéticos, éticos e políticos que podem resultar de uma prática artística e fotográfica voltada para um lugar específico e para suas comunidades.

Com abordagem prática e teórica, as duas oficinas se complementaram e resultaram em um corpo de trabalho potente a partir do qual a exposição Deslimites é proposta. Durante as oficinas, os participantes percorreram as rachaduras que cortam e ameaçam os bairros do Pinheiro e do Mutange, em Maceió. Por meio do compartilhamento de memórias, de conversas com moradores atuais ou removidos dos bairros atingidos e da proposição de dispositivos poéticos, os artistas produziram visualidades, narrativas e visibilidades.

Composta por fotografias e cartazes em formato de lambe-lambe de Amanda Bambu, Dafhine Alves, Iris Dani, Josian Paulino, Karol Corado, Marina Milito, Sandra Januario e Thalita Melo, a exposição Deslimites convida a um olhar crítico e sensível para as questões urgentes que atingem esses lugares e propõe reflexões ainda mais amplas sobre a cidade e suas fronteiras explícitas e implícitas.