Alagoas
Twitter Facebook

Você está aqui: SALA DE IMPRENSA

NOTÍCIAS

1ª Edição Mostra Sesc de Cinema - Etapa Nacional
15 de maio de 2018
Desafios. Contrastes. Um mundo construído entre realidade e ficção. Estas são algumas particularidades das produções audiovisuais na 1ª Edição da Mostra Sesc de Cinema – Etapa Nacional, que acontece a partir do dia 23 de maio, às 12h30, no Teatro Jofre Soares, Unidade Sesc Centro.

A exposição reúne 30 filmes de todo o país, alternando entre curtas e longas-metragens, além de documentários. As produções abordam uma pluralidade de temas como: vida frenética em sociedade, descobertas, recordações, intolerância sexual, sonhos. Narrativas que dispõem ao público emoção e descobrimento.

A Mostra Sesc de Cinema tem o objetivo de promover a difusão da produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição, contribuindo para o campo audiovisual, sendo o espaço de lançamento e promoção de artistas de todo o país. Além da premiação com um contrato de licenciamento para exibição pública, a Mostra Sesc de Cinema certifica os destaques de melhor roteiro, filme, direção de fotografia, desenho de som, direção de arte, direção de elenco e montagem.

Programação:

23/05 às 12:30 – Livre - Filme: A Dama do Rasqueado (Dir. Marinete Pinheiro - 75 min. - MS)
Sinopse:
A trajetória da cantora Delinha, que juntamente com Délio criaram o gênero rasqueado no antigo Mato Grosso, seguindo a vida artística cantando somente músicas autorais aos 80 em MS anos é a cantora com a maior discografia da história.

24/05 às 18:30 – Filme: Cores e Flores para Tita (Dir. Susan Kalik - 92 min. - BA)
Não recomendado para menores de 12 anos
Sinopse:
Ao documentar a foto-ativista, Andréa Magnoni, na construção de uma exposição em homenagem ao seu tio Renato “Tita”, homem trans morto em 1973, o filme aborda a Transgeneridade através dos fatos sobre o tio, que ela traz à tona: sua real identidade de gênero, um provável estupro, e as consequências que o levaram ao suicídio aos 15 anos.

Construindo um diálogo entre o vilipêndio vivenciado por ele, há mais de 40 anos, e a luta contra a transfobia nos dias atuais, o filme traz à luz depoimentos de pessoas trans que foram fotografadas para a composição da exposição fotográfica homônima, realizada por Magnoni em maio de 2016. São quatro mulheres trans/travestis e quatro homens trans em diferentes idades e vivências, em depoimentos sobre suas conquistas, suas dores, descobertas e, principalmente, sua militância e a coragem de lutar para serem respeitados por serem quem são.

25/05 às 12:30 – Livre - Filme: Catadores de História (Dir. Tania Quaresma - 75 min.- DF)
Sinopse:
O filme mostra o cotidiano de Catadoras e Catadores de materiais recicláveis, que tiram seu sustento do que a sociedade descarta e chama de "lixo". Partindo do "lixão da estrutural", maior "lixão a céu aberto da América Latina", que fica em Brasília, a 18 quilômetros do Palácio do Planalto, o documentário desvenda a multifacetada realidade dessas (es) profissionais que, apesar das condições sub-humanas de trabalho, conseguem dar exemplo de união, dignidade, solidariedade e cidadania. Filmado principalmente em Brasília, o longa metragem traz também imagens de outras regiões do Brasil, compondo um painel que ajuda a entender o Plano Nacional de Resíduos Sólidos, editado em 2011 e o Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis - MNCR.

30/05 às 12:30 – Livre - Filmes: Ruby (Dir. Luciano Scherer, Guilherme Soster, Jorge Loureiro - 17 min. - RS)
Homens e Caranguejos (Dir. Paulo de Andrade – 25 min. - PE)
Parque Pesadelo (Dir. Aly Muritiba, Francisco Gusso e Pedro Giongo – 13 min. - PR)
Hotel Cidade Alta (Dir. Vitor Graize – 25 min. ES)
Sinopses
Ruby
Ruby é um artista "outsider" que vive sozinho em uma casa próxima à praia.

Homens e Caranguejos
Josué está apenas começando a abrir os olhos para o espetáculo multiforme da vida e o que ele encontra é um mar de miséria. Ao seu redor, uma paisagem peculiar formada por lama, caranguejos e seres anfíbios, habitantes da terra e da água, meio homens e meio bichos. Seres humanos que se fazem irmãos de leite dos caranguejos.
Parque Pesadelo
As flores brancas nas costas do menino começaram a escurecer. Na guerra para salvar as lendas Jurupari está prestes a desaparecer.

Hotel Cidade Alta
Três homens se encontram em um antigo hotel abandonado. Nesse edifício aparentemente sem vida, eles buscam construir uma nova história. Suas vozes se misturam ao ruído das ruas.

06/06 às 12:30 – Filme: Matéria de Composição (Dir. Pedro Aspahan – 82 min. - MG)
Sinopse
Documentário sobre o processo de criação da composição musical contemporânea na relação com o cinema. Entregamos um mesmo vídeo ensaio a três compositores: Guilherme Antônio Ferreira, Teodomiro Goulart e Oiliam Lanna, e encomendamos deles uma peça musical que dialogasse com o vídeo. Dois anos depois, após acompanhar todo o processo, da composição aos ensaios, concerto, gravação e mixagem das músicas, chegamos a este filme.

07/06 às 18:30 – Filme: Limpam com Fogo (Dir. César Vieira, Conrado Ferrato e Rafael Crespo – 84 min – SP)
Sinopse
“Limpam com Fogo” joga luz sobre o problema dos incêndios de favelas em São Paulo. Entre pesquisadores e políticos, que apontam soluções e complicações, o filme apresenta as histórias das vítimas, que mostram como a cidade pode ser cruel com seus moradores menos privilegiados.
O documentário conta com entrevistas reveladoras sobre a relação dos incêndios com a especulação imobiliária, trazendo depoimentos do prefeito Fernando Haddad (2013-2016), do jornalista Leonardo Sakamoto, de urbanistas de renome como Nabil Bonduki, Ermínia Maricato e Ana Paula Bruno, do líder do MTST, Guilherme Boulos, além de outras autoridades, como os vereadores que participaram da polêmica CPI dos incêndios no ano de 2012.


08/06 às 12:30 – Filmes: Levino (Dir. David Alves e Gui Campos – 21 min. - DF)
Pedaços de Pássaros (Dir. Andrei Miralha e Marcílio Costa – 13 min. - PA)
Ilha (Dir. Ismael Moura – 14 min. - PB)
O Chá do General (Dir. Yang Kuan Mei – 22 min. - SP)
Ainda Não Lhe Fiz Uma Canção de Amor (Dir. Henrique Arruda – 15 min. - RN)
Banho de Cavalo (Dir. Michele Saraiva e Francis Madson - 05 min. – RO)
Sinopses
Levino
Levino de Alcântara regeu e ensinou música por mais de 70 anos. Aos 91 anos de idade, ele revisita suas histórias e revela seus sonhos para o futuro.
Pedaços de Pássaros
O pássaro como metáfora das relações do homem no mundo contemporâneo. Fragmentos, pedaços da vida cotidiana abordados poeticamente. “Pedaços de pássaros”.
Ilha
Em meio ao isolamento, pai e filho vivem presos em suas propiás correntes, tornando seus o mundos em uma ilha interior.
O Chá do General
Um general aposentado chinês recebe a visita inesperada de seu neto.
Ainda Não Lhe Fiz Uma Canção de Amor
Greg e Alessandro estão no quarto, se olhando. O sentimento de culpa e nostalgia daquele momento até pode marcar para sempre a vida dos dois, mas é apenas uma passagem para permitir que o amor caminhe livremente entre eles.
Banho de Cavalo
Banho de Cavalo é sucessão de micronarrativas poéticas sobre uma árvore (Castanheira), uma Amazônia, corpos e sujeitos como invenções de determinados pensamentos hiperbolizado da região.

13/06 às 12:30 – Filmes: O Estacionamento (Dir. William Biagioli – 16 min. – PR)
O Último Retrato (Dir. Arthur Tuoto – 15 min. – PR)
Estado Itinerante (Dir. Ana Carolina Soares - 25 min. – MG)
Orquestra Invisível Let's Dance (Dir. Alice Riff – 19 min. – SP)
Solon (Dir. Clarissa Campolina – 16 min – MG)
Sinopses
O Estacionamento
Jean é um imigrante haitiano que vem para o Brasil. Para sobreviver, ele arruma emprego em um estacionamento de carros e passa a viver lá. Jean descobrirá que essa rotina pode ser enlouquecedora.
O Último Retrato
Amanda precisa lidar com a ausência de Pedro.
Estado Itinerante
Vivi quer escapar de uma relação opressora. Em período de experiência como cobradora de ônibus, ela trabalha desejando não voltar para casa. A semana passa rápido, entre as paradas no ponto final e o itinerário os encontros com outras cobradoras fortalecem a mulher trabalhadora e seu desejo de fuga. Logo é final de semana e o centro de Belo Horizonte já não parece tão longe do bairro Boa Vista.
Orquestra Invisível Let's Dance
A história de seu Osvaldo, o primeiro DJ do Brasil.
Solon
Uma fábula sobre o surgimento do mundo, apresentado a partir do encontro de uma paisagem devastada e uma criatura misteriosa. Solon habita o espaço extremamente árido e infértil. Aos poucos, ela se destaca da paisagem, aprende a se movimentar e explorar seu corpo. Verte água por suas extremidades e inicia sua missão de regar e nutrir a terra. A paisagem se altera e a própria personagem também. Nasce o mundo. Nasce a mulher.

15/06 às 12:30 – Filmes: O Cacto (Dir. Arnaldo Barreto – 16 min – AM)
A Batalha de São Bráz (Dir. Adrianna Oliveira – 26 min –PA)
Enzo (Dir. Daniel Duarte - 17 min – GO)
Filhos da Lua na Terra do Sol (Dir. Danielle Bertolini – 15 min – MT)
Rosinha (Dir. Gui Campos – 14 min – DF)
Sinopses
O Cacto
Cacto. Planta com aparência rude. Demanda menos atenção e cuidado que outros tipos de plantas. Se adaptam muito bem a ambientes internos. Seus espinhos tem a função de protegê-lo contra possíveis predadores. Não parece, mas se trata de uma planta bastante sensível.
A Batalha de São Bráz
Mercado de São Bráz, Belém, Pará, Norte do Brasil. Durante o dia, o espaço é uma feira em um prédio histórico abandonado, construído em uma época de grande riqueza na cidade. Mas nos sábados à noite, o lugar se transforma em uma das manifestações do hip-hop: a Batalha de MC’s. Jovens da periferia da cidade se reúnem para saber quem é o melhor MC da noite.
Enzo
Enzo tem problemas após a morte de sua mãe. Seu irmão mais velho tem que segurar a barra, enquanto o garoto luta para saber o que é ou não real.
Filhos da Lua na Terra do Sol
Filhos da Lua na Terra do Sol trata de forma poética a relação entre pessoas albinas e o sol de Cuiabá, considerada uma das cidades mais quentes do Brasil.
Rosinha
No alvorecer da existência, uma rosa desabrocha ao receber as carícias dos últimos raios do sol. Um filme sobre amor e sexualidade na terceira idade, e a luta para sobrepujar as convenções sociais.

20/06 às 12:30 – Filmes: Meu tio que me disse (Dir. Vanusa Angelita Ferlin – 10 min - SC
Lipe, Vovô e o Monstro (Dir. Felippe Steffens e Carlos Mateus – 08 min – RS)
O Melhor Som do Mundo (Dir. Pedro Paulo de Andrade – 13 min – SP)
Astrogildo e a Astronave (Dir. Edson Bastos - 18 min. – BA)
O Menino do Dente de Ouro (Dir. Rodrigo Sena – 14 min. – RN)
Sinopses
Meu tio que me disse
Tatiana é uma menina muito curiosa e está intrigada com o fato de toda a cidade estar eufórica com a data de Natal. Numa manhã de dezembro, sua mãe se depara com a pergunta que ela um dia teria a certeza que viria: Papai Noel existe mesmo? A partir da resposta da mãe, a “pergunta” vai ao quintal brincar com os amigos dela, que respondem com muita imaginação.
Lipe, Vovô e o Monstro
Um menino vai passar o final de semana no sítio dos avós. Durante uma pescaria, ele conhece um segredo de seu avô, e acaba fazendo uma nova e inusitada amizade. Este filme foi realizado em conjunto com os alunos do 2º ano da escola municipal de ensino fundamental Vereador Antônio Giudice, em Porto Alegre.
O Melhor Som do Mundo
Vinicius não coleciona figurinhas, nem carrinhos, nem gibis. Ele coleciona sons. Mas será possível encontrar o melhor som do mundo?
Astrogildo e a Astronave
Astrogildo anuncia para jornalistas do mundo inteiro que o seu mais novo invento, uma Astronave que liga o homem à Deus, vai voar dentro de um dia. Com a ajuda de Finício, um menino que sonha em conhecer seu pai, que foi para o céu com a ajuda de um avião, Astrogildo terá de enfrentar seus medos para conseguir voar.
O Menino do Dente de Ouro
Na ida para o colégio, Wesley, 12 anos, acaba se envolvendo em uma trama perigosa e lucrativa. Abordando o limiar da inocência de uma criança e o despertar para a juventude, o curta-metragem apresenta atalhos e oportunidades na vida de um jovem de periferia.

SERVIÇO
Mostra Sesc de Cinema - 1ª Edição – Etapa Nacional
Local: Teatro Jofre Soares
Maio
Dias: 23, 25 e 30/05 às 12h30
Dias: 24/05 às 18h30
Junho
Dias: 06, 08, 13, 15 e 20/06 às 12h30
Dia: 07/06 às 18h30

POÇO: (82) 2123-2440 ou 0800 284 2440 GUAXUMA: (82)2123-2800
CENTRO: (82) 3201-1350 JARAGUÁ: (82) 3221-1042 ARAPIRACA: (82) 3482-2400
id5 soluções web